Resquícios

crônicas do cotidiano, resenhas mirabolantes & um tonel de sentimentos

Olá você do lado dai!

Sou a Luciana, mas pode chamar de Lu, artista de hand lettering, blogueira, ilustradora, designer e artesã, viciada em pinterest, café, chá de maça, Harry Potter e BTS. Tem uns textos meus por ai desde 2010.

Leia Também

recomeçar faz parte da jornada

foto: @lunewho

Perdi as contas de quantas vezes tentei, de quantas vezes desisti e de quantas vezes eu recomecei. Parece besteira, coisa de gente indecisa e talvez vocês tenham razão, mas no momento, por mais estranho que possa parecer, essa sou eu. Alguém que começa e não termina, que recomeça, que muda tudo, que começa do zero, que tenta continuar de onde parou, mas que de uma forma ou de outra vai seguindo em frete.

Loucura, não é? Eu sei.

E mais uma vez estou eu aqui de novo. Recomeçando, ou ao menos tentando, buscando em meu âmago um resquício que seja do que já fui um dia, daquela pessoa inspirada, animada e que se derretia em palavras. Era tão fácil me ler. Resquício, vão ler muito essa palavra por aqui, ela tem representado quase um estado de espirito, uma emoção, um sentimento, um reencontro.

A verdade é que estou sempre em busca, mas parece que não encontro nada, talvez eu esteja fazendo errado, mas bem, ainda não sei ao certo o que fazer. "Não saber o que fazer", já repeti tanto isso que não sei se é uma verdade ou um mantra, não sei se enraizei tal sentença em minha alma de uma forma que não consiga ver mais nada além dela, talvez eu tenha me vendado para a verdade, mas o que importa não é continuar tentando, mesmo que pareça fingimento?

Enfim, aqui estou eu novamente, perdida em palavras e no oceano que há em mim, sempre em busca de respostas que não sei se estou pronta para ouvir. Amadurecendo e me reencontrando cada dia, em meio a resquícios do que fui um dia. Não esperem receitas prontas, um manual a ser seguido, a ideia é ser livre e deixar as palavras me guiarem como já fizeram um dia, talvez isso torne tudo mais fácil ou apenas amenize o peso de tudo aqui dentro.

Sejam bem vindos ao que fui, e ao que sou, vamos juntos aprender coisas novas, apreciar coisas boas e quem sabe se perder em palavras.

Sejam bem vindos aos resquícios, que de mim sobraram.

Comentários

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *